quinta-feira, julho 20, 2006

Memórias


Memórias. É tudo aquilo que juntamos durante nossa existencia.

Minhas memórias são como uma vida: Rara, tão rara que jamais viverei novamente tudo aquilo que recordo.

Se pudesse escolher um momento para reviver, escolheria o dia de amanhã. Parece ir contra todos os princípios, mas é lá que reside a esperança, num novo dia que está para nascer, uma surpresa que está para se revelar, na ansiedade de um recém chegado, mesmo sabendo que quando vier, já será um novo parágrafo.

Tenho um momento para viver, felizmente não tenho escolha, é o presente, é o agora, é tudo aquilo que acontece enquanto se pensa sobre e enquanto os fatos correm a favor do tempo, até virarem lembranças.

Um dia descobriremos que a máquina do tempo nunca será inventada, porque não se inventa o que sempre existiu. Eu tenho uma máquina do tempo e ela é especial porque pode apenas olhar para o passado, aprender com os erros e relembrar os bons momentos.

Um dia descobriremos que uma vida feliz se constroi com poucos elementos: Boas memórias e um futuro enquanto o presente acontece.

Um comentário:

Felipe (a.k.a Lord) disse...

Memórias, máquina do tempo. Interessante!

Privilégios que todos têm, no entanto, poucos são os que os sabem ou fazem uso deles. Poder voltar ao tempo ver os antigos erros e coisas deixadas pra trás, consertar e resgatá-las no presente. Boas memórias e certeza de que dias melhores viram se assim os quisermos.

--
Grande post!
Abraço Master